Por que os dentes do meu filho estão se afastando?

1249

Essa é uma situação muito frequente no consultório: Os pais levam o filho que até então tinha dentes lindos, mas que durante a troca começam a nascer afastados. Geralmente isso ocorre por volta dos 8 anos e mesmo sendo muito comum (a chamada Fase do Patinho Feio), pode ser também um dos sinais de um problema mais complexo.

Saiba mais sobre os motivos para essa mudança no  sorriso do seu filho nesse artigo:

O que é a fase do patinho feio?

Por volta dos 8 anos de idade, as coroas dos incisivos superiores estão geralmente inclinadas para os lados, com espaços irregulares e assimétricos entre elas, comprometendo a estética. Essa fase pode persistir por 3 ou 4 anos, enquanto os caninos não irrompem.

Espaços entre os dentes são naturais nessa etapa da dentição
Espaços entre os dentes são naturais nessa etapa da dentição

Essa fase é perfeitamente normal e não requer intervenção ortodôntica especificamente para a correção dos espaços. Na verdade, uma intervenção buscando “endireitar” as raízes dos incisivos pode ser desaconselhável: ao desinclinar essas raízes, as jogamos em direção às coroas dos caninos não irrompidos. O toque da raiz com a coroa do canino pode causar a reabsorção da raiz dos incisivos (um processo biológico que “encurta” a raiz). Outras intervenções ortodônticas e ortopédicas podem ser feitas, mas evita-se grandes movimentos nos incisivos.

patinho feio esquema
Essa ilustração mostra a posição dos caninos próximos as raizes dos incisivos

Os espaços vão começar a se fechar naturalmente quando os caninos irrompem e assim como na história, o “patinho feio” vira um belo “cisne”.

Uma observação: não são os caninos que “empurram” os incisivos, mas isso acontece por causa dos vetores de crescimento da maxila, que alteram a posição dos incisivos.

Outras causas para surgimento de espaços

Porém, nem sempre o surgimento de espaços está relacionado à fase do patinho feio. Dentes excessivamente projetados para fora por causa de hábitos ruins (como chupar dedo, morder o lábio ou alterações de deglutição e respiração) também tendem a apresentar espaços entre os dentes anteriores.

menina chupando dedo

Uma outra causa possível é o “mesiodens”, um dente anômalo e supranumerário (além da quantidade normal de dentes) que se desenvolve entre os incisivos superiores. O exame radiográfico pode ajudar a descobrir um mesiodens, para que esse possa ser extraído.

As setas indicam a presença de dois mesiodens e o espaço entre incisivos
As setas indicam a presença de dois mesiodens e o espaço entre incisivos

É importante uma consulta com o ortodontista por volta dos 7 anos de idade para a prevenção de possíveis problemas ortodônticos que possam estar se desenvolvendo, além de problemas ortopédicos (de crescimento dos ossos da face).

Lembre-se que em caso de dúvidas, consulte um ortodontista. A prevenção é a melhor opção!

Alexandre da Veiga Jardim
Cirurgião-dentista, especialista em ortodontia pela ABO-GO e mestrando em ciências da saúde pela UFG.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta