O teste da linguinha agora é obrigatório por lei. Saiba como isso beneficia seu bebê:

725

Você sabia que bebês com alteração no frênulo lingual (conhecido como freio da língua) vão ter dificuldades de sucção e deglutição que podem interferir na amamentação e possibilitar o desenvolvimento de problemas de fala e ortodônticos?

Existe um teste simples, rápido e indolor que pode detectar alterações no desenvolvimento do frênulo lingual logo nos primeiros dias do bebê e esse teste agora é obrigatório por lei. Nossa convidada, a Odontopediatra Dra. Lílian Guedes fez uma postagem em colaboração com o blog para explicar mais sobre o teste e seus benefícios:

bebê teste da linguinha

Como é o teste?

O teste é muito simples, rápido e indolor: É feito nos primeiros dias de vida do bebê. Uma odontopediatra, fonoaudiólogo ou otorrino capacitado irá avaliar a anatomia da língua do bebê, além de observar a sucção durante a amamentação, choro e respiração. O teste é gratuito em hospitais da rede pública e privada. Se observado o problema, pode ser corrigido imediatamente pela frenectomia.

A cirurgia de freio (frenectomia) é um procedimento simples, realizado no consultório com anestesia tópica ou local, não há necessidade de centro cirurgico e nem de anestesia geral. Pode ser realizada logo que se faça o diagnóstico, inclusive no recém nascido, e o bebê amamenta em seguida ao término do procedimento. infograma teste da linguinha

Problemas futuros que podem ser causados pela alteração do

frênulo lingual

Entre os problemas que podem resultar da “língua presa”, temos:

  • Dificuldade de amamentação: A língua é essencial para a deglutição do leite materno. Quando há alteração na forma da língua, o bebê precisa de um maior esforço e de mais tempo para amamentar. Podendo dificultar a amamentação, que é extremamente importante para a saúde geral e bucal.
  •  Alterações na fala: A dicção alterada pode levar a dificuldades de aprendizado e baixa auto-estima para a criança na idade escolar.
  • Futuros problemas ortodônticos: Como já foi dito em outra postagem, a língua é muito importante para o desenvolvimento do aparelho mastigatório e alterações nela vão causar problemas ortodônticos futuros, além do surgimento de hábitos de deglutição inadequados.

Direito por lei

O teste da linguinha é um direito concedido a todos os bebês da rede pública e privada pela lei 13.002/14 e é gratuito. Procure o profissional responsável na maternidade para que o teste seja feito nos primeiros dias da criança.


Agradeço a colaboração da Dra. Lilian Guedes. Segue abaixo mais informações e seu contato.

A odontopediatra Lilian de Fátima Guedes de Amorim possui graduação em Odontologia pela Faculdade de Odontologia da UFG e é especialista em Odontopediatria pela Universidade Federal de Santa Maria. Foi sócia-fundadora da Associação Brasileira de Odontopediatria – Regional Goiás e presidiu a associação no biênio 1989/1990.

Faz parte do corpo docente da Faculdade de Odontologia da UFG, como Professora Assistente das Disciplinas de Clínica Infantil e Unidade Odontológica Infantil. Na Vitae Odontologia é diretora e sócia-proprietária, onde atua como odontopediatra, realizando atendimento odontológico de bebês, crianças e adolescentes.

Contato – Vitae Odontologia: 62-4009- 2200

Alexandre da Veiga Jardim
Cirurgião-dentista, especialista em ortodontia pela ABO-GO e mestrando em ciências da saúde pela UFG.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta