Ortodontia: o diagnóstico e o planejamento ortodôntico.

2208

A Ortodontia é a área da Odontologia responsável pelo estudo e tratamento das maloclusões dentárias. Uma maloclusão é uma alteração na posição correta dos dentes na boca e/ou na relação entre as duas arcadas (os dentes de cima e de baixo). O nome da especialidade vem de Orthos (correto) e Odon (dente). Antes de fazer qualquer tratamento, existe um passo muito importante a ser seguido: o diagnóstico e planejamento ortodôntico.

O diagnóstico Ortodôntico

planejamento em ortodontia

O trabalho do ortodontista começa no diagnóstico, a análise de sintomas e sinais para se saber identificar uma doença ou problema, e é a parte mais importante de todo o tratamento (afinal, como você trata algo sem saber o que é?). O diagnóstico tem que ser minucioso e detalhado, cobrindo todas as possibilidades e principalmente, os desejos e ansiedades do paciente.

Primeiramente o Ortodontista examina o paciente e estuda exames auxiliares (radiografias, modelos, tomografias, etc…). Devem ser investigadas todas as alterações e suas possíveis causas. Isso inclui desde hábitos como chupar dedo e roer unha, até uma análise das características dos familiares para se identificar uma possível tendência hereditária (por exemplo, pais com prognatismo – mandíbula grande – tendem a passar isso para os filhos).

O Planejamento ortodôntico

Ortodontista e pacienteEm cima dessa análise o ortodontista vai criar um plano de tratamento, o planejamento ortodôntico, considerando se será necessário o tratamento, os objetivos do mesmo, e quais as melhores opções para se tratar. Tudo isso é repassado para o paciente. Esse é o momento ideal para você tirar as suas dúvidas: A conversa deve ser clara por parte do Ortodontista, direta e sem termos técnicos e o paciente tem a oportunidade de se esclarecer sobre o tratamento, as alternativas possíveis e os prós e contras de cada uma.

Essa conversa antes do tratamento é obrigatória! É nossa responsabilidade ética e moral informar o paciente sobre o que será feito e a responsabilidade do paciente se informar sobre isso.

O paciente deve sentir segurança com o profissional: receber um diagnóstico não te obriga a se tratar com esse dentista e você tem toda a liberdade de procurar uma segunda opinião.

Onde posso saber mais sobre meu ortodontista?

Indico a todos os pacientes que procurem o site da Associação Brasileira de Ortodontia para mais informações. Lá pode-se encontrar uma lista de associados e várias informações interessantes sobre seu tratamento ortodôntico.

Temos também uma sessão com perguntas mais frequentes sobre a ortodontia pode acessá-la clicando aqui.

Alexandre da Veiga Jardim
Cirurgião-dentista, especialista em ortodontia pela ABO-GO e mestrando em ciências da saúde pela UFG.

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta