Qual a época ideal para iniciar o tratamento ortodôntico do meu filho(a)?

783

Uma dúvida muito comum entre os pais é quando deve haver o primeiro contato da criança com o ortodontista. Por não saberem com clareza, muitos levam os filhos somente quando um problema ortodôntico já se estabeleceu, quando o ideal seria uma visita precoce, de modo que o problema fosse detectado e dessa maneira minimizado ou até mesmo evitado por completo.

A idade ideal para a primeira visita ao ortodontista

dentista fio dentalIdealmente, a criança deve ter um acompanhamento de uma odontopediatra assim que os dentes de leite começarem a irromper. Consultas anuais são importantes para manter a saúde dos dentes, o que por si só já evita vários problemas ortodônticos como já foi dito antes. A odontopediatra também pode indicar o paciente para o ortodontista se notar que alguma alteração no desenvolvimento dos dentes está acontecendo.

Eu gosto de avaliar meus pacientes jovens por volta dos 6 anos de idade, mesmo que seja apenas para pedir uma radiografia panorâmica (aquela onde se vêem todos os dentes da boca). Assim posso saber se todos os dentes estão se desenvolvendo e ter uma noção se o espaço para que eles nasçam está bom. Uma boa idade para iniciar o tratamento ortodôntico é por volta dos 9 anos, pois nessa idade a criança já tem maturidade para se submeter ao tratamento.

Antes dos 6 anos de idade, medidas preventivas

Exemplo de mordida aberta anterior e mordida cruzada posterior
Mordida aberta anterior e mordida cruzada posterior

Porém, algumas medidas podem ser tomadas precocemente, que são importantes para se evitar problemas ortodônticos. A principal delas é controlar os hábitos que envolvem sucção, como por exemplo chupar dedo e chupetas. Se prolongados, esse hábitos podem levar a mordida aberta anterior, mordida cruzada posterior e atresia do palato (estreitamento do céu da boca).

Outro caso em que é interessante uma intervenção precoce, é quando o incisivo superior nasce cruzado. Esse dente irrompe por volta dos 6 anos e em alguns casos o incisivo superior pode estar por trás do incisivo inferior. Esse é um sinal preocupante que pode indicar uma tendência de prognatismo na criança. A mordida cruzada é fácil de se resolver e deve ser tratada assim que observada. Após isso, deve-se avaliar a tendência na família de prognatismo (queixo para frente). Se for uma tendência muito forte, a criança deve ficar sob observação para evitar que o prognatismo se manifeste, já que é difícil de se conter.

Mordida cruzada incisivo lateral
Incisivo lateral em mordida cruzada

Perdas de dentes de leite

ortodontia perda de dente de leiteAs perdas precoces de dentes de leite são uma das maiores causas de problemas ortodônticos. No caso de a criança perder um dente de leite antes dos 6 anos de idade devido a cárie ou trauma, é importante que se faça uma visita a odontopediatra para que sejam tomadas as medidas necessárias.

Na imagem, com a perda de um dos dentes de leite (em azul) ocorre a inclinação do molar permanente para frente, reduzindo o espaço para que outros dentes permanentes nasçam.

Conclusão

Antes mesmo da criança visitar o ortodontista, muita coisa já pode ser feita. Hábitos ruins, perdas precoces e acompanhamento da irrupção dos dentes são medidas simples que podem diminuir a necessidade de tratamento ortodôntico e até mesmo evita-lo por completo. É preciso ter conhecimento nessa idade para se intervir de maneira pouco invasiva e muito eficiente. Muitas vezes o paciente precisa de um ortodontista e seu conhecimento muito mais que da própria ortodontia.

Leia também sobre uma situação muito comum: dentes que começam a se afastar por volta dos 8 anos de idade. E conheça o teste da linguinha e os benefícios para seu bebê!

Alexandre da Veiga Jardim
Cirurgião-dentista, especialista em ortodontia pela ABO-GO e mestrando em ciências da saúde pela UFG.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta