Por que trocamos de dentes?

1511

Por volta dos 6 anos de idade os dentes de leite, que até então estavam na nossa boca, começam a cair para dar espaço para os dentes permanentes. Nessa idade é importante ter o acompanhamento de um ortodontista, pois vários problemas ortodônticos podem se desenvolver durante a troca de dentes.

Os dentes de leite

Obs.: Confira nossa Central de Dúvidas para encontrar o que você precisa saber sobre seu tratamento ortodôntico.

Os dentes decíduos começam a nascer no primeiro ano de vida. Por serem mais ricos em cálcio, são mais brancos e são chamados de dentes de leite.

Por volta dos 6 anos é iniciada a troca de dentes decíduos pelos permanentes, um processo que geralmente vai até os 12 anos de idade. Os dentes permanentes iniciam o processo de irrupção desmanchando (reabsorvendo) as raízes dos dentes decíduos, que amolecem e caem.

Temos 20 dentes decíduos na infância e 32 dentes permanentes na idade adulta (incluindo os sisos). Para acomodar esse número maior de dentes, a mandíbula e maxila sofrem um processo de crescimento na infância, disponibilizando assim mais espaço na boca para os dentes que estão por vir.

Alguns dentes de leite também são maiores que os seus sucessores permanentes. Esse é um mecanismo importante para acomodação adequada dos dentes permanentes. Por isso a perda de um dente decíduo na infância pode ser bastante prejudicial futuramente.

Problemas que podem ocorrer na troca de dentes decíduos

Algumas vezes os dentes de leite não caem na hora certa, ou até não o fazem de maneira alguma. Nesses casos podem ser necessárias extrações supervisionadas pelo ortodontista para que ocorra a troca. Se o dente de leite não cai na hora certa, o dente permanente fica retido dentro do osso ou sofre o que chamamos de irrupção ectópica (quando o dente nasce em um posicionamento anormal).

Outras vezes o dente permanente simplesmente não é formado, o que chamamos de agenesia ou ausência congênita. A agenesia pode ser descoberta precocemente por uma radiografia panorâmica. É importante fazer essa radiografia por volta dos 6 anos ou antes de fazer qualquer extração de dente de leite.

Para uma lista mais completa desses problemas, sugiro que leia esse artigo.

radiografia panorâmica agenesia
As setas indicam a agenesia de dois pré-molares, que não estão presentes.
Alexandre da Veiga Jardim
Cirurgião-dentista, especialista em ortodontia pela ABO-GO e mestrando em ciências da saúde pela UFG.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta